in

Coronavírus: após câncer, Ana Furtado trabalha pela Globo e fãs ficam preocupados

UOL
Publicidade

Neste sábado, a apresentadora Ana Furtado, ao lado de Zeca Camargo, entrou no ar às 6h50, no horário de Brasília. Tudo para fazer o É de Casa especial sobre a pandemia do novo coronavírus. No Brasil, já seriam 18 mortes da doença, além de mais de 1000 casos confirmados do problema. No mundo, o número já tem cerca de doze mil mortos pelo problema.

A decisão acabou preocupando os telespectadores da emissora. Isso porque Ana Furtado confirmou em 2018 que estava lutando contra um câncer de mama. Oficialmente, a remissão do câncer (a cura da doença) só ocorre após cinco anos sem nenhum sintoma ou exame indicando aumento exacerbado de células cancerígenas.

Muitos telespectadores ficaram preocupados com a informação do câncer e do trabalho de Ana, já que, em teoria, ela está no chamado “grupo de risco” do coronavírus. A TV Globo, inclusive, afastou vários apresentadores que tiveram câncer recentemente, como José Roberto Bounier e Ana Luiza Guimarães.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

A decisão de afastamento envolve também as pessoas acima de 60 anos da emissora. Com isso, nomes como o de Chico Pinheiro, que comanda o Bom Dia Brasil e Zileide Silva, repórter especial da Globo e folguista de Maria Júlia Coutinho no Jornal Hoje, também foram dispensados dos seus trabalhos.

“Eu já fui uma paciente oncológica. Na verdade, ainda sou, porque estou no processo de remissão da doença, que são cinco anos. A minha imunidade já está ótima, porque já se passaram dois anos do final do meu tratamento, quase dois anos”, disse Ana Furtado tentando justificar sua presença no ar por horas.

Publicidade
Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.