Enfermeiro divulga fotos do impacto do coronavírus nos hospitais da Itália e choca o mundo

Leia também

Terrível destino de Ana Maria Braga na Globo estaria sacramentado; apresentadora desabafa

Ana Maria Braga nega que vá sair do ar, mesmo já estando por conta do coronavírus.

Celebridades que já abriram o coração e falaram sobre a doença dos filhos

Conheça alguns famosos que já abriram o coração e falaram sobre como é a luta com os filhos.

Live de Marília Mendonça fez até os famosos ‘arrastarem o chifre no asfalto’

Marília Mendonça fez uma live em seu perfil que foi um sucesso de público online.

Seguidora elogia Gusttavo Lima e esposa do cantor dá resposta na lata

Gusttavo Lima foi elogiado por uma internauta e Andressa Suita deu resposta à altura.
Russel
Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br
Publicidade

Na Itália o novo coronavírus já fez milhares de mortes e a situação ainda não deu sinais de melhoras, por isso os profissionais da saúde continuam trabalhando muito para tentar salvar o máximo possível de vidas. Paolo Miranda é enfermeiro em uma UTI no único hospital de Cremona e ele nunca enfrentou uma situação como esta, assim como seus colegas.

Cremona fica na região da Lombardia e é o epicentro do novo coronavírus no país, dezenas de pessoas por lá já morreram e milhares estão infectados. Paolo praticamente não tem folga e desabafou: “Somos profissionais, mas estamos ficando exaustos. Hoje, sentimos que estamos nas trincheiras – e todos estão com medo”.

Publicidade

Ele começou a fotografar o caos em que o hospital hoje vive e assim mostra para o mundo a situação dentro da UTI. Ele disse que é importante registrar esse momento histórico, porque as imagens servirão para as futuras gerações se lembrarem do que aconteceu neste ano de 2020.

Publicidade

Mas o enfermeiro não mostra apenas o sofrimento dos pacientes, ele procura registrar em suas fotos o esforço dos colegas, como eles se esforçam para atender a todos, mas não esconde que o profissional da saúde é frágil e muitas vezes chora.

Publicidade

“Outro dia, do nada, uma das minhas colegas começou a gritar e pular para no corredor”, revelou Paolo, ao contar de um colega que fez o teste e descobriu que não estava infectado.

Os enfermeiros, médicos e demais funcionários do hospital muitas vezes se desesperam, choram, se sentem impotentes diante de tantos pacientes, mas sabem que é preciso unir forças e um ajudar o outro a superar esta pandemia.