Vídeo: cientista diz que Brasil pode ter mais de 1 milhão de mortos devido ao coronavírus

Leia também

Empresa de Luciano Huck dispensa mais de 400 funcionários pelo WhatsApp

Luciano Huck é criticado por forma como startup ligada a ele fez dispensa de funcionários.

Famoso cantor brasileiro fica em estado grave por Covid-19 e tudo é mantido em segredo

A crise afetou o famoso sambista, que compartilhou nas redes sociais o momento que viveu.

Novela americana usa truque para não ser suspensa em meio a Covid-19

O ator Roger Howarth é o personagem central na novela General Hospital, a mais antiga dos Estados Unidos.

Nem pandemia impediu Sheila de fazer aniversário da filha; detalhe fofo chama atenção

Shiela Mello fez aniversário de 7 anos da filha e chamou ex-marido para comemoração.
Russel
Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br
Publicidade

O biólogo e virólogo Átila Iamarino compartilhou um vídeo nas redes sociais e deixou as pessoas preocupadas, pois ele faz um importante alerta. O vídeo acabou viralizando e nele o cientista avisa que o Brasil pode ter mais de 1 milhão de mortos por causa do coronavírus.

Um internauta postou o vídeo no Twitter perguntando se é melhor parar tudo e ter vários mortos, ou continuar como está e ter 1 milhão de vítimas fatais até o mês de agosto devido ao covid-19.

Publicidade

O vídeo vem servindo de alerta para os brasileiros, já que muitos não estão levando o assunto a sério e continuam frequentando clubes, bares, shoppings, praias e indo a locais fechados com muitas pessoas.

Uma das preocupações para os cientistas é que por se tratar de um novo vírus, muito pouco se sabe sobre ele. Há vários estudos sendo feitos sobre o novo coronavírus, mas já ficou confirmado que ele consegue sobreviver sobre várias superfícies. Sendo assim, se uma pessoa contaminada vai ao supermercado fazer compras e usa um carrinho, o próximo será infectado ao tocar no local.

Por isso as autoridades estão pedindo que as pessoas fiquem em casa na medida do possível e saíam apenas se for extremamente necessário, mas já há quem defenda que o toque de recolher deve ser geral ou o pior poderá acontecer.

E a responsabilidade é de todos, por exemplo, se uma família de 5 membros fica em casa e apenas uma vai ao supermercado fazer compras, se não tomar todos os cuidados, poderá colocar os familiares em risco e a quarentena se torna ameaçada.

Para alguns cientistas, as autoridades precisam urgentemente alertar a todos o quão grave é a situação, do contrário a situação ficará insustentável.

Publicidade