in

Grêmio vive guerra com empresário e ele se declara ao clube em meio à briga na Justiça

Divulgação Grêmio
Publicidade

O empresário Pablo Bueno e o Grêmio vivem um momento turbulento. A relação entre as partes está desgastada devido ao processo movido pelo profissional para liberar o jogador Ferreira do Tricolor. Em entrevista à Gaúcha Zero Hora, Bueno falou sobre a relação com o clube e surpreendeu com suas declarações.

O staff de Ferreira processa o clube porque o jogador, que iniciou a trajetória na base do Grêmio, não teria sido valorizado na equipe profissional do Tricolor. O salário que o Grêmio ofereceu para ele foi considerado baixo e o processo na Justiça tem o objetivo de desvincular o jogador do clube e permite que ele mude de equipe.

O Athletico-PR tem interesse em Ferreira. Caso consiga a liberação na Justiça, o jogador poderá assinar com o Furacão. Bueno detalhou o negócio com o time do Paraná. “Primeiro, o Athletico procurou o Grêmio. Queriam trocar pelo Matheus Rossetto. O presidente Petraglia (Mario Celso, dirigente do Athletico-PR) falou com o Romildo, que respondeu que, se o Everton saísse, não iria negociar o Ferreira”, afirmou Bueno.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

O Athletico-PR tinha interesse em comprar 50% dos direitos econômicos. Como Everton não foi vendido, o staff de Ferreira achou que o negócio seria concretizado, mas não foi isso que aconteceu porque o Grêmio não aceitou fazer o negócio. Na Justiça, Ferreira e Grêmio brigam e aguardam a decisão final.

Antes de Ferreira, Bueno teve problema com o Grêmio ao negociar Tetê, vendido ao Shatar Dontesk em 2019. A relação entre as partes não está boa, mas o empresário é taxativo ao dizer que torce para o Tricolor. “Duvido alguém ser mais gremista do que eu”, afirmou.

Publicidade
Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!