in

Silas Malafaia confronta OMS e incentiva que fiéis compareçam à igreja: ‘Enfrente o medo’

Divulgação/BHAZ: (ADVEC/Divulgação | Twitter/Silas Malafaia)
Publicidade

O pastor Silas Malafaia parece que não irá acatar aos pedidos feitos pelo Ministério da Saúde do Brasil e OMS (Organização Mundial da Saúde). Pelo menos foi o que o líder religioso declarou para os seus fiéis. De acordo com ele, a Assembleia de Deus Vitória em Cristo só irá fechar as portas por determinação da Justiça.

Diante da pandemia decorrente do novo coronavírus chegar ao Brasil, o MPRJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) ajuizou um pedido solicitando a suspensão imediata dos cultos religiosos, mas a Justiça acabou negando. As aglomerações estão sendo evitadas nos mais diversos setores da sociedade, tendo em vista a facilidade com que o agente infeccioso se prolifera.

Na Coréia do Sul, um dos países que estão sendo bastante afetados na Ásia, 60% dos casos confirmados pelo novo coronavírus tiveram ligação direta com uma celebração religiosa dentro de uma igreja. Vários líderes religiosos estão suspendendo as atividades, usando dos meios tecnológicos para manter o contato com os fiéis.

Publicidade

Silas Malafaia convoca os fiéis

Após João Dória, governador de São Paulo, recomendar publicamente que as missas e cultos evangélicos fossem suspensos para evitar a formação de aglomeração, Silas Malafaia publicou em suas redes sociais o vídeo no qual cita um Salmo bíblico, dizendo que seus fiéis não serão afetados pelo coronavírus.

Publicidade

“Se tudo fechar, vai ter uma portinha aberta na minha igreja e vou estar lá. Eu sou pastor, e na hora da crise eu não posso ficar trancado na minha casa, caso alguém desesperado chegue na igreja. Não vai ter culto, mas vai ter uma porta da minha igreja aberta”, disse o pastor, confrontando as autoridades.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Henrique

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.