in

Praias do Brasil são interditadas em meio a risco pelo coronavírus

Reprodução Google Maps
Publicidade

Muitos brasileiros estão ‘aproveitando’ o afastamento dos serviços e o recesso escolar pelo coronavírus para irem às praias. Nos litorais de São Paulo foi identificado um grande número de turistas saindo de suas cidades para irem curtir as praias.

Para evitar o turismo em massa, algumas prefeituras tomaram medidas emergenciais. Um decreto da Prefeitura de São Sebastião, no Litoral Norte de São Paulo, retirou a validade de todos os alvarás de hotéis, hostels, bares, restaurantes e pousadas. A medida será válida a partir da próxima segunda-feira, 23 de março.

Em Ilhabela, a prefeitura foi um pouco mais longe e bloqueou o acesso para turistas. Para entrar na cidade, a população precisa de uma travessia e esta será liberada apenas para moradores da cidade e veículos que trazem serviços essenciais, como abastecimentos aos bancos, supermercados e farmácias.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Ubatuba, uma reunião aconteceu na manhã desta quinta-feira e em breve um decreto deve ser publicado com medidas mais rígidas contra a entrada de um número grande de turistas, neste período complicado para a saúde pública.

Quinze praias brasileiras são interditadas

A prefeitura de Niterói, no Rio de Janeiro, talvez tenha sido a mais radical contra o turismo. Na manhã desta quinta-feira foi divulgado que as praias da cidade serão interditadas. Isso mesmo, ninguém entra nas praias de Niterói, que ao todo são quinze.

O objetivo da prefeitura de Niterói é conter o aumento no número de casos da cidade. Até o momento, são seis casos confirmados e uma morte de um idoso sendo investigada

Publicidade
Publicidade
Bruno Avila

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: [email protected]