Embaixada da China diz que Eduardo Bolsonaro ‘contraiu vírus mental’, após polêmica

Leia também

Luto: cantor e compositor morre vítima do coronavírus; ele estava internado em estado grave

Fãs e familiares torciam para sua recuperação, o que infelizmente não aconteceu.

Paulinho Gogó está fora de A Praça é Nossa: ‘Nunca chorei tanto na vida’

Humorista Paulinho Gogó confirmou que não é mais contratado da emissora de Silvio Santos.

Fim do confinamento em Wuhan, primeiro epicentro do novo coronavírus

Moradores poderão sair da cidade, mas precisam levar um smartphone com um aplicativo que tem informações sobre a saúde deles.

Aos 8 anos, Davi Lucca, filho de Neymar tem doença séria revelada

Carol Dantas, ex de Neymar, revelou como tem sido a mudança na rotina de Davi Lucca.
Russel
Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br
Publicidade

Eduardo Bolsonaro resolveu usar seu perfil no Twitter para responsabilizar o governo chinês pela pandemia do novo coronavírus que está deixando o mundo inteiro em pânico.

O deputado federal alegou que a China resolveu esconder algo muito grave ao invés de revelar tudo e salvar muitas vidas.

Publicidade

“Quem assistiu Chernobyl vai entender o que ocorreu. Substitua a usina nuclear pelo coronavírus e a ditadura soviética pela chinesa”, escreveu Eduardo Bolsonaro e para finalizar ele afirmou que ‘a culpa é da China e liberdade seria a solução’.

Publicidade

A postagem de Eduardo Bolsonaro teve grande repercussão e muitas críticas, inclusive da Embaixada da China no Brasil. No perfil oficial da embaixada no Twitter, uma postagem foi dura com o deputado e disse que as palavras dele são ‘extremamente irresponsáveis e nos soam familiares’.

A embaixada disse ainda que Eduardo Bolsonaro não tem visão internacional e muito menos senso comum, aconselhando que ele não seja porta-voz dos Estados Unidos no Brasil, pois correrá o risco de ‘tropeçar feio’.

Yang Wanming, embaixador da China no Brasil, também criticou o filho do presidente e pediu que ele ‘retire suas palavras imediatamente’, além de se desculpar com todo povo chinês, alegando ainda que irá manifestar sua indignação junto à Câmara dos Deputados e também ao Itamaraty.

Wanming ainda fez uma postagem dizendo que as acusações de Eduardo Bolsonaro são um insulto contra a China. O presidente Jair Bolsonaro ainda não se pronunciou a respeito de mais esta polêmica do filho.