Com tanta gente em casa, será que a internet no Brasil vai aguentar? Situação é complicada

Leia também

6 famosos que não apoiam mais o presidente Jair Bolsonaro

Bolsonaro vem perdendo o apoio de apoiadores famosos após polêmicas no governo.

Mãe faz casinha de bonecas de papelão para filha, dribla falta dinheiro e resultado é incrível

Mesmo sem dinheiro, o resultado da criatividade e boa intenção deixou a filha feliz e internautas emocionados.

Vídeo: apresentador da Globo é detonado após ser flagrado em momento comprometedor

As autoridades insistem para que as pessoas fiquem dentro de casa e que saíam apenas por motivos urgentes.

Lembra do saradão de Fina Estampa? Aos 54 anos, suas fotos impressionam: ‘Lindo’

Ator, que mora na Califórnia com a família, relembra dura perda de uma filha e comove.
Russel
Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br
Publicidade

As escolas de todo o Brasil estão suspendendo as aulas e as crianças e jovens estão ficando em casa, na maioria das vezes conectados à internet. As empresas estão liberando muitos de seus funcionários para home office, ou seja, irão trabalhar em casa pela internet.

A realidade é que o maior número de pessoas estão se conectando e aí vem a dúvida se a rede mundial de computadores aguentará tantos usuários de uma só vez.

Publicidade

Em países como a China, Japão, Coreia do Sul e Itália, foi registrado um crescimento no tráfego de internet acima dos 25%, segundo informou a Tilt Patrick Sullivan, diretor de tecnologia da Akamai.

Publicidade

A Anatel já está ciente que vem crescendo o número de usuários na internet, por isso começará a partir de hoje a acompanhar a situação de perto para saber se alguma intervenção precisará ser feita.

Publicidade

São milhões de pessoas usando Netflix, Facebook, WhatsApp, Twitter, fazendo reuniões por videoconferência e acessando os sites de notícias. Tudo indica que não haverá problema na infraestrutura da internet no Brasil, mas pode ser que, em alguns casos, ocorra aquela inevitável lentidão.

“Eu não acredito que vá haver colapso, mas há grande risco de ter lentidão. Não interessa se os dados das empresas estão em um superdata center, que tenha a maior redundância do mundo. O caminho que essa informação percorria era do data center para o escritório, muito mais controlado e com capacidade de rede mais alta”, informou Tadeu Viana, que é diretor de vendas da Cornig, fornecedor de fibra ótica.

A Anatel estará monitorando as grandes operadoras no Brasil e o Grupo de Gestão de Riscos e Acompanhamento do Desempenho das Redes de Telecomunicações estará analisando os relatórios diariamente justamente para evitar um possível colapso.