in

Governo pode liberar novo saque de FGTS e pacote de socorro às empresas; entenda

Divulgação: A Gazeta
Publicidade

Com o pânico gerado pelo crescimento exponencial dos casos do coronavírus, o governo federal deverá lançar um pacote em até 48 horas com medidas para aquecer a economia brasileira, que foi fortemente abalada.

Uma das medidas mais esperadas é liberar um novo saque-imediato do FGTS. Ainda não se sabe os valores e também quais serão as regras para o resgate. O governo ainda espera tornar mais flexível os saques de recursos do PIS/Pasep.

Além de movimentar a economia com saque às pessoas físicas, uma outra ação tem foco nas pessoas júridica, as empresas. Através de pacotes que serão criados pelos bancos públicos, serão lançados créditos para diversas áreas, como capital de giro e apoio à produção.

Publicidade

Paulo Guedes, ministro da economia, afirma que utilizará recursos desses bancos públicos para ajudar as empresas que, por ventura, entrarem em dificuldades. Ainda hoje, sexta-feira, 13, acontece uma reunião entre o ministro e os presidentes do banco do Brasil, Rubem Novaes, e da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães. E existe uma expectativa desse anúncio sair hoje.

Publicidade

Uma medida que foi anunciada nessa quinta-feira, 12, foi a liberação da primeira parcela do 13º salário dos aposentados e prensionistas do INSS, que será paga até o início de abril. Com essa ação, espera-se injetar na economia cerca de R$ 23 bilhões.

O ministério da economia também vai propor na próxima semana ao Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) a diminuição do limite de taxa de juros para empréstimos consignados direto na folha de pagamento dos beneficiários do INSS.

São ações emergenciais para uma situação preocupante que pode vir a acontecer.

Publicidade
Flávio M.

Escrito por Flávio M.

Empreendedor, apaixonado por tecnologia, inovação e esportes.