in

Após zombar coronavírus, Bolsonaro sofre duro castigo da doença

Veja / Montagem
Publicidade

Após zombar o coronavírus, alegando que o mundo passa por uma pequena cris’ e que a doença é “muito mais fantasia” do que real, o presidente da república teve um revés. Jair Bolsonaro já está entre as pessoas que precisam ser monitoradas com suspeitas de estarem com a doença. O motivo é que o presidente lidou diretamente com um paciente infectado com o Coronavírus. 

Até o momento, Bolsonaro não tem confirmada qualquer doença, mas já cancelou um voo que faria para o Nordeste. O chefe da Secretaria de comunicação do governo federal, Fábio Wajngarten, teve sintomas da doença em seu retorno ao Brasil. Ele testou positivo para a doença em um exame revelado nesta quinta-feira, 12 de março.

Além de ter tirado fotos ao lado de Bolsonaro, o Secretário também teve contato direto com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. O site da Folha de São Paulo diz que além do presidente do Brasil, outros assessores do Palácio do Planalto também estão monitorados. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

A relação do ambiente de trabalho tem mudado também as relações em outras empresas, com a Globo. O canal pensa em restringir suas plateias nos próximos dias. Os números oficiais de Coronavírus no Brasil, segundo o Ministério da Saúde do Brasil, são de 60 casos.  A imprensa, no entanto, trabalha com números maiores, que passam de 70 casos confirmados. 

“Obviamente temos no momento uma crise, uma pequena crise. No meu entender, muito mais fantasia, a questão do coronavírus, que não é isso tudo que a grande mídia propala ou propaga pelo mundo todo“, chegou a dizer Bolsonaro sobre o vírus que matou mais de quatro mil pessoas em todo o mundo. 

Publicidade
Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.