in

Jornalista é diagnosticada com câncer ao vivo enquanto fazia mamografia

Mirror
Publicidade

O câncer de mama é uma doença extremamente perigosa que aflige uma grande quantidade de mulheres em todo o mundo. Esse problema é geralmente diagnosticado através de exame de mamografia, que deixa claro se há ou não anormalidade na região mamária. No caso da mulher que você verá adiante, seu diagnóstico foi bastante negativo e inesperado.

Ali Meyer é uma jornalista de 41 anos que mora em Oklahoma City, nos Estados Unidos. Ela trabalha para um noticiário americano e estava fazendo uma matéria a respeito da campanha de conscientização do câncer de mama. 

Em uma parte da matéria, a jornalista concordou em realizar um exame de mamografia em uma clínica para que seu ato pudesse incentivar outras mulheres a fazerem o mesmo, já que ela tinha influência por ser muito conhecida no país. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mas o que nem Ali esperava aconteceu. Durante o exame, que dura apenas alguns minutos, ela descobriu que tinha câncer. A mulher então ficou chocada, já que esperava apenas fazer um exame de rotina: “Eu tinha certeza de que não teríamos nada hoje, mas aqui estamos. Eu tenho câncer de mama e ainda tenho muitas perguntas sem respostas“, disse. O programa da jornalista, que estava sendo exibido ao vivo, teve que ser interrompido.

Para confirmar a doença, Ali teve que fazer uma ressonância magnética. Após a confirmação, a jornalista concordou em fazer uma cirurgia para a retirada da mama direita, onde estava localizada a anomalia. Ela permitiu que as câmeras gravassem o procedimento para dar incentivo a quem esteja passando pelo mesmo tipo de doença que ela.

Publicidade
Publicidade
Aurilane Alves

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral. Pode entrar em contato comigo por meio do Instagram @paolla.evellyn