in

Só no Brasil! Com prisão de Ronaldinho, empresas recorrem à sósia, que ganha fortuna

Veja / Extra / Montagem
Publicidade

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho continua preso no Paraguai. Uma decisão judicial desta terça-feira, 10 de março, manteve o ex-atleta e seu irmão, Assis, na cadeia. A defesa de Ronaldinho tinha pedido a prisão domiciliar do “astro dos rolês”, mas não obteve êxito no seu pedido. 

Os dois foram presos, após serem flagrados com documentos falsos. Acredita-se que os passaportes paraguaios encontrados com a dupla seriam para registrar uma empresa no Paraguai. Com a documentação falsa, seria mais fácil fazer lavagem de dinheiro. Já que Gaúcho permanece atrás das grades, o jeito foi recorrer ao sósia dele, José Robson Batista de Oliveira, de 32 anos. 

O alagoano, em entrevista ao jornal carioca Extra nesta terça, confirmou que acredita que Ronaldinho Gaúcho é inocente. Ele disse ainda, no entanto, que desde a prisão do ex-jogador, seu número de trabalhos aumentou. José Robson Batista de Oliveira é sósia do ex-atleta há 15 anos e agora viu um boom em seu trabalho. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

“A minha agenda aumentou muito. Muita gente ligando, minha agenda geralmente é lotada e fui chamado para trabalhos/eventos depois do que aconteceu com ele. Basicamente, faço muitas festas infantis e de atleticanos, mas me chamaram para fazer campanhas de publicidade, de marca de roupas”, disse o sósia ao falar sobre o assunto.

O alagoano contou que com a atividade costuma ganhar entre R$ 30 e R$ 40 mil. Ele, no entanto, afirma que, apesar da alta quantia ganha, o seu trabalho não é nem um pouco fácil. Robson ainda firma que Gaúcho é uma pessoa maravilhosa. 

Publicidade
Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.