in

Acusada de ter amante, Michelle reage e jornalista que disseminou ‘boato’ sofre duro castigo

Veja
Publicidade

Nos últimos dias, a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, precisou lidar com uma situação difícil. Uma nota da revista Isto É insinuava que ela teria um  relacionamento extraconjugal. O suposto romance seria com o então ex-ministro do governo Bolsonaro, Osmar Terra. Neste domingo, 8 de março, no Dia Internacional da Mulher, Michelle, por meio dos seus advogados, anunciou que não vai ficar parada. 

De acordo com informações do site do jornal da Folha de São Paulo, Michelle pretende processar o jornalista que divulgou a informação e também a revista Isto É. Outras publicações que também disseminaram o que Michelle chama de “boato” também serão penalizados. Daniel Bialski,  advogado paulista, é quem vai representar a primeira-dama na ação, conforme informa a coluna da jornalista Mônica Bérgamo. 

Germano Oliveira, diretor responsável pela revista Isto é, é um dos que vai ser processado pelo advogado que representa a esposa do presidente Jair Bolsonaro. O objetivo, de acordo com Daniel Bialski, é manter o bom nome da primeira-dama, sem que essa seja alvo de inverdades. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

O advogado, no entanto, diz que as pessoas que compartilharam as informações do jornalista e da Isto É, no entanto, vão ter a oportunidade de pedir desculpas para Michelle Bolsonaro. Caso insistam no desejo da informação dada anteriormente, elas também vão ser processadas. 

Vale lembrar que Bolsonaro ficou ao lado da esposa. Alguns colunistas críticos ao governo também reclamaram da campanha baixa contra o presidente, já que atinge uma mulher religiosa.

Publicidade
Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.