in

Diretoria define situação de Jesualdo após jogo na Libertadores

Juan Mabromata/AFP
Publicidade

O Santos venceu ontem, 03, pela Copa Libertadores da América, de virada, em um jogo que pode ter selado a permanência do técnico português Jesualdo Ferreira.

O resultado, fora de casa, fez com que a diretoria se fechasse com o treinador em um claro voto de confiança, visto a evolução do jogo apresentado.

O jogo

No primeiro tempo, apesar do bom futebol apresentado pela equipe santista, não conseguiu marcar o seu gol e ainda pior, viu a equipe adversária sair na frente com um gol de Benitez aos 45 minutos da primeira etapa, após a cobrança de um escanteio.

Publicidade

Ainda no vestiário, o treinador do Peixe fez uma mudança que faria toda a diferença no resultado da partida.

Publicidade

Eduardo Sasha, que vinha se movimentando entre os volantes da equipe argentina, passou a marcar os avanços do lateral esquerdo adversário. Com isso, ele acabou limitando o início das jogadas do Defensa y Justicia.

O Santos passou então a controlar as ações do jogo mais no campo de ataque e, mesmo com uma posse de bola menor, conseguiu, através de uma jogada de Soteldo pela esquerda, marcar com o Jobson o gol de empate, de cabeça.

O time argentino ainda teve algumas chances antes do gol de virada santista.

Numa confusão no meio do campo, a bola acabou sobrando para Kaio Jorge, jovem da base santista de apenas 18 anos, que conduziu a bola e saiu cara a cara com o goleiro. Finalizou entre as pernas do arqueiro e correu para o abraço, junto com seus companheiros, aos 39 da etapa final.

Foi apenas o primeiro jogo da Copa Libertadores da América, mas o Santos mostrou sua força.

FICHA TÉCNICA
Defensa y Justicia 1 x 2 Santos

Local: Estádio Norberto Tomaghello, em Buenos Aires (ARG)
Data: 3 de março de 2020 (terça-feira)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Gustavo Tejera (URU)
Assistentes: Nicolás Tarán e Carlos Barreiro (URU)
Cartões amarelos: Defensa y Justicia: Botta e Benítez; SANTOS: Luan Peres, Lucas Veríssimo, Evandro, Kaio Jorge e Carlos Sánchez

GOLS:
Defensa y Justicia: Benítez, aos 45 minutos do 1T.
Santos: Jobson e Kaio Jorge, aos 26 e 39 minutos do 2T.

DEFENSA Y JUSTICIA: Unsain; Breitenbruch, Rodríguez, Martínez e Benítez; Acevedo, Mainero (Márquez) e Neri Cardozo (Ojeda); Pizzini, Botta (Coacci) e Lucero
Técnico: Hernán Crespo

SANTOS: Everson, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe (Felipe Jonatan) e Luan Peres; Pará, Carlos Sánchez, Evandro (Jobson) e Diego Pituca; Eduardo Sasha; Yuri Alberto (Kaio Jorge) e Soteldo
Técnico: Jesualdo Ferreira

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Flávio M.

Escrito por Flávio M.

Empreendedor, apaixonado por tecnologia, inovação e esportes.