in

Mulher grávida de 3 meses é soterrada no Guarujá e pai recebe triste notícia

R7
Publicidade

Os moradores de algumas cidades da Baixada Santista vivem um grande drama. As chuvas que caíram na madrugada de terça-feira (3) fizeram muitas vítimas. Na manhã desta quarta, 19 mortes já haviam sido confirmadas. Guarujá foi um dos locais atingidos.

No Morro da Barreira, 60 barracos desabaram de uma só vez. O drama dos moradores dessas regiões têm chamado a atenção e causado muita tristeza. Seu Antônio dormia com a mulher e os filhos quando tudo aconteceu. Em entrevista à Record TV, ele contou o drama que está vivendo.

“Foi uma coisa tão rápida, que eu só escutei o barulho”, afirmou Antônio. “Minha filha está aí enterrada, meu genro, tudo”, disse ele, apotando para a terra sobre a casa onde morava. Os bombeiros faziam buscas no local em busca de sobreviventes.

Publicidade

A cidade do Guarujá foi uma das mais atingidas pela chuva que caiu no litoral sul de São Paulo. Para se ter uma ideia, o volume de água chegou a 295 milímetro. Cem milímetro já é considerado muito elevado.
Ou seja, choveu quase três vezes mais do que já é considerado muito alto.

Publicidade

Dos 19 mortos confirmados na Baixada Santista, 15 foram registrados no Guaraujá. Entre os 29 desaparecidos, 22 estão na cidade. Entre os mortos, está a filha de seu Antônio. A jovem estava grávida de três meses e foi surpreendida pelo desabamento durante a madrugada.

Em Santos três mortes foram confirmadas. Cinco pessoas estão desaparecidas. Em São Vicente, houve uma morte e 2 desaparecidos. No Guarujá também há 155 desabrigados. Em São Vicente, são seis e em Santos, 37. Em São Vicente e Guarujá, as prefeituras decretaram estado de calamidade pública. Em Santos, o prefeito decretou estado de emergência.

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br