in

Aliado de Bolsonaro, Sérgio Reis convoca protestos para ‘salvar o Brasil dessa raça’

Veja / Montagem
Publicidade

Aliado do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, o cantor e compositor Sérgio Reis é um dos famosos que encabeçam as manifestações do dia 15 de março. O próprio presidente, através de disparo de WhatsApp, teria convocado seus aliados para protestarem nas ruas. Mais tarde, no entanto, Bolsonaro disse que não foi ele quem divulgou as mensagens e que elas seriam até antigas. Alguns jornais dizem comprovar que as mensagens são atuais. 

No vídeo divulgado na internet por Sérgio Reis nesse final de semana, o ex-deputado federal convoca as massas para as ruas. O objetivo é ir contra o Congresso Nacional, que estaria dificultando o trabalho do presidente na visão dos apoiadores de Bolsonaro. O vídeo de Sérgio Reis, como mostra uma matéria publicada pelo site da Revista Veja nesta terça-feira, 3 de março, acaba elevando ainda mais a tensão política que vive o Brasil. 

Sérgio Reis diz, entre outras coisas no vídeo, que vai estar nas manifestações e que outros artistas, como o cantor Amado Batista, pretendem caminhar nas ruas ao lado do povo. “Chegou a hora de a gente mostrar o amor que nós temos pela nossa pátria, o respeito que nós temos pelo presidente Jair Bolsonaro e a vergonha que temos pelo Supremo e desses nossos políticos lá em cima”, disse o cantor e ex-deputado federal nas imagens. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

O nome de Sérgio Reis nesta terça-feira acabou viralizando, após a repercussão do vídeo, especialmente pela forma como o cantor se refere às diferentes classes políticas, usando a expressão “raça”. 

“Temos de tirar essa raça de lá. É uma raça. É isso que estou falando, é uma raça. Fui quatro anos deputado e não tem jeito: quando eles falam não, é não e assim eles mandam no país”, disse o músico sertanejo.

Publicidade
Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.