in

Censura: Gui fala sobre assédio de Pyong e Leifert se revolta ao vivo

Globo / Montagem Fernando Borges
Publicidade

Neste domingo, 1 de março, o programa Big Brother Brasil teve um momento polêmico. Gui revelou que Pyong foi chamado ao confessionário. Na ocasião, o coreano havia sido convocado por conta do comportamento estranho dentro do programa. Pyong, que está no paredão desta semana, foi acusado de assédio. 

Tiago, no entanto, impediu que o participante Guilherme falasse sobre a história, revelando que ele não tinha informações suficientes sobre o fato e que seu posicionamento também interferiria fora da casa. A reação de Tiago Leifert foi bastante criticada, já que Gui foi impedido de fazer a própria defesa com um fato que ocorreu dentro do jogo. 

“Porque ele já disse várias vezes que quer me ver fora daqui. Além disso, lembro de uma vez em que ele foi chamado no confessionário….”, disse Guilherme que, na sequência, foi interrompido pelo apresentador do BBB20. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

“Tá, desculpa”. Leifert, então, falou: “Eu vou te parar porque eu acho que tem erros de convivência e erros graves de convivência. O Pyong foi chamado ao confessionário, foi advertido e esse assunto a gente considera encerrado dentro do Big Brother Brasil”, contou Leifert ao falar sobre o assunto. 

Nas redes sociais, muita gente ficou indignada com a situação. “Meu Deus, estão passando pano legal para o Pyong”, disse um  dos internautas ao falar sobre o assunto. 

O paredão do BBB20 está disputado. Na enquete do UOL, por exemplo, Pyong está com 48,49% para deixar a casa, enquanto Guilherme está com 48,4%. Ou seja, não dá para saber quem deixará a casa. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.