in

Polícia libera imagens assustadoras da filha e namorada acusadas de matar os pais, em SP

R7
Publicidade

Nesse final de semana, imagens do circuito interno do condomínio onde a família morta no ABC Paulista morava foram divulgadas pela Polícia Civil de São Paulo. Essas imagens e uma testemunha, para os investigadores, teria sido suficiente para prender uma filha e sua namorada. As jovens são acusadas de matar as três pessoas, que mais tarde foram achadas no porta-malas de um carro.

No vídeo divulgado pela Record TV, a namorada da filha do casal, que disse à polícia que chegou à casa às 22h, no horário de Brasília, aparece no local quase duas horas antes. Ela entra com uma espécie de capuz às 20h e 9 minutos. Essa não teria sido a única contradição do casal gay. Por isso, a polícia determinou a prisão preventiva da dupla.

A jovem, que namora a filha do casal há cerca de um ano e meio, tenta esconder o rosto embaixo de um capuz no vídeo divulgado.  Em outro vídeo, a jovem, já dentro do quintal da casa, aparece andando e conversando no telefone.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Flaviana Gonçalves, o marido Romuyuki e o filho de 15 anos, segundo a primeira perícia, teriam sido mortos a pauladas. A polícia diz que Flaviana foi obrigada a carregar os corpos do filho e do marido mortos até o porta-malas e, mais tarde, teria sido morta.

Os advogados da filha e da namorada dizem que elas não teriam qualquer envolvimento com o crime. A polícia, no entanto, já até solicitou a quebra de sigilo telefônico do casal.  Nas redes sociais e na televisão, o caso tem sido comparado ao de Suzane von Richthofen, mas com mais requintes de crueldade.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.