in

Laudo aponta que família teria sido morta a pauladas; filha e namorada são suspeitas do crime

Reprodução/ Record TV
Publicidade

Uma família foi cruelmente assassinada em São Bernardo do Campo, no ABC. Romuyuki, sua esposa Flaviana Gonçalves e um filho de 15 anos do casal foram encontrados mortos e com os corpos carbonizados no porta-malas de um carro da família, um Jeep Compass.

A polícia encontrou os três na Estrada do Montanhão, uma região de mata, no dia 28 de janeiro deste ano. A filha mais velha do casal e sua namorada são as principais suspeitas de terem cometido o crime. Uma prisão preventiva já foi decretada e ambas estão detidas pelo prazo de 30 dias, até que se concluam as investigações.

Publicidade

As evidências levam a entender que a moça foi quem cometeu o crime, junto a sua companheira. O irmão de Flaviana, Flávio Menezes, deu entrevistas, mas se negou a dizer que sua sobrinha teria cometido o crime, apenas se limitando a afirmar que quem o cometeu conhecia muito bem a rotina da família.

Isso porque, cofres dentro da residência estavam arrombados e algumas joias teriam desaparecido. Além dos crimes de assassinatos, as jovens também teriam furtado a residência da família. Uma briga familiar pode ter motivado todo o crime.

Os corpos foram encontrados carbonizados, entretanto, a morte da família não deve ter sido assim. Isso porque um laudo preliminar aponta que a filha do casal e sua namorada teriam dado diversas pauladas nos familiares, assim tendo os matado desta forma.

A perícia ainda procura novos suspeitos. As meninas negam o crime e afirmam que teria sido um assalto que teria findado na morte de seus familiares. A polícia continua com elas como as maiores suspeitas.

Bruno Avila

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com