in

Maníaco de 17 anos toca o terror no Pará, mata mulheres e detalhes são para estômago forte

Arquivo Pessoal Jennyfer / Divulgação Polícia Civil Pará
Publicidade

Um maníaco de 17 anos espalhou o terror na região metropolitana de Belém, no Pará. Os detalhes do crime e da crueldade aplicados pelo menor de idade para cometer os crimes chamam a atenção.

O Maníaco de Marituba, como está sendo chamado, teria atacado dez mulheres. Os casos foram registrados pela polícia. A engrenagem dos ataques é para quem tem o estômago forte.

O maníaco atraia as vítimas buscando-as pelas redes sociais. Em um país que ainda sofre com o desemprego, ele oferecia falsas oportunidades de trabalho.

Publicidade

“Ele usava um perfil feminino em uma rede social para atrair as vítimas e marcava com elas para prestar o serviço. Ao chegar no ponto de encontro as vítimas recebiam uma ligação dizendo que o marido da pessoa que pediu o serviço ia buscá-las”, contou o delegado geral Alberto Teixeira.

Segundo o delegado, neste momento o suspeito levava as vítimas para uma área de mata e cometia o estupro. Em um dos casos, o menor de idade teria tido a ajuda de um homem de 20 anos. Nos outros casos, ele agiu sozinho.

Das vítimas atacadas, duas morreram. Jennyfer Karem da Silva (foto que abre a matéria) foi atacada no sábado (11). Ela foi contratada para prestar serviços estéticos em domicílio por um perfil feminino falso.

Jennyfer estava internada no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua, na região metropolitana de Belém. A morte foi confirmada na noite de quarta-feira (22).

Outra vítima fatal foi Samara Duarte Mescouto. Ela desaparece no dia 10 de janeiro e foi encontrada morta dois dias depois. Neste crime, o Maníaco de Marituba teria contado com a ajuda do comparsa maior de idade.

Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br