in

Filho de idosa agredida filma a mãe negando agressão; polícia trabalha com suspeita de coação

Reprodução/Divulgação/Nova News
Publicidade

Imagens circularam pelo país mostrando uma idosa supostamente sendo agredida pela nora, no município de Nova Andradina, região Centro-Oeste de Mato Grosso do Sul. A autora das agressões foi identificada como uma possível cantora gospel, e o vídeo causou revolta.

Nesta terça-feira (21), o episódio ganhou novos capítulos. O filho da idosa agredida gravou um novo vídeo no qual ela acaba por negar as agressões que teria sofrido. Diante da repercussão nacional do caso, as imagens novamente se disseminaram com velocidade, em especial a partir de grupos no WhatsApp, e foram motivo de revolta.

O portal Nova News teve acesso ao material em que a vítima é exposta, e conforme apurou, as novas imagens estão em poder da Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM) de Nova Andradina, e devem ser juntadas ao inquérito que apura a agressão.

Publicidade

O filho da idosa deverá ser intimidado pelas autoridades policiais para prestar esclarecimentos. Ainda pelas informações do Nova News, o rapaz pode ser investigado por coação, tendo forçado a mãe a negar a violência que possivelmente teria sofrido.

Publicidade

Filho de idosa agredida grava novo vídeo com a mãe, expondo vítima e amenizando ação da agressora

Filho de idosa agredida grava novo vídeo com a mãe, expondo vítima e amenizando ação da agressora – Saiba mais em: https://www.novanews.com.br/noticias/policial/filho-de-idosa-agredida-grava-novo-video-com-a-mae-expondo-vitima-e-amenizando-acao-da-agressora

Gepostet von Nova News am Dienstag, 21. Januar 2020

Entenda o caso

Uma mulher de 34 anos identificada como cantora gospel é acusada de agredir a sogra após as filmagens se espalharem pela internet. A vítima é uma idosa de 82 anos, e a suspeita deve ser ouvida pelas autoridades locais de Nova Andradina ainda no decorrer dos próximos dias.

O caso ocorreu há cerca de dez dias, mas as imagens repercutiram apenas no começo desta semana. Foi uma neta da idosa a denunciante, que procurou as autoridades após ter acesso às gravações. Em sua denúncia, informou para os policiais que o filho da vítima, marido da agressora, foi o autor da filmagem, e seria ele o administrador da aposentadoria da idosa.

“Ele estava, na verdade, tentando produzir provas contra a própria mãe, que teria, segundo eles, agredido a nora pouco antes. Por este motivo ele fez a filmagem”, disse a comunicante aos policiais.

Publicidade
Henrique

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.