in

Mãe desabafa e faz alerta sério: ‘quase morri porque não tinha tempo para ficar doente’

Divulgação:Pais e Filhos
Publicidade

Uma mãe sempre se desdobra e arruma tempo para todo mundo da família. Ela consegue cuidar de todos, mas acaba esquecendo de si mesma. Essa situação que é bem corriqueira com as mamães ocorreu com Kristina Whight, após passar por um grande susto, ela resolveu fazer e um desabafo.

Ela decidiu abordar o assunto e fez uma postagem no HuffPost onde explicou toda a situação e resolveu fazer um alerta para outras famílias. A mãe explicou que sua percepção sobre o autocuidado se modificou durante a primavera do ano de 2015. Na ocasião, ela compreendeu que precisava aceitar o tratamento médico para conseguir sobreviver.

“Eu tinha passado pelo inverno sem ficar doente, o que é basicamente um milagre quando você é mãe de duas crianças, e eu estava feliz, em paz e me sentindo bem”, disse a mulher. Foi depois de algum tempo que ela começou a perceber que algo não estava bem. A mãe conta que ignorou como a maior parte das mães que tem crianças pequenas acabam fazendo. Tentando se sentir melhor, fez uso de vitamina C.

Publicidade

“Em 72 horas hesitante, indo para a cama logo depois do jantar, porque estava muito exausta para ficar acordada, eu estava em uma ambulância indo para o hospital”, desabafou. Ela não consegue lembrar com exatidão de alguns acontecimentos. Mas, foi quando entendeu que realmente precisava de cuidados médicos de emergência.

Kristina Whight estava com pneumonia e teve choque séptico, a doença ocorre quando uma infecção acaba se espalhando por todo corpo. Os rins começaram a falhar e a pressão abaixou demais, ou seja, a mulher estava bem mal e com risco de perder a vida.

Kristina somente se lembrava que não tinha tempo para si mesma e somente conseguiu isso depois de ficar em uma UTI – Unidade de Terapia Intensiva de um hospital. Após ter uma melhora, um dos médicos ressaltou que se passasse mais 12 horas provavelmente ela não teria resistido.

O caso dessa mãe serve de alerta, pois é preciso lembrar que as mães também são humanas e para conseguir cuidar bem da família precisam estar bem consigo mesmas.