in

Kannemann rasga o verbo sobre onda de demissões no Grêmio: ‘Dá raiva’

Goal
Publicidade

Com o término da temporada passada, o Grêmio não realizou mudanças só dentro de campo, no elenco de jogadores. O Tricolor Gaúcho realizou uma série de demissões de profissionais que integravam o clube. O zagueiro Walter Kannemann, em entrevista concedida nesta sexta-feira (17), resolveu quebrar o silêncio e manifestar sua opinião sobre as demissões na comissão técnica.

Kannemann criticou a postura dos diretores nas saídas, disse que tem pessoas lá dentro que apenas “cumprem horário” e que continuam lá, exercendo suas funções, sem serem demitidas. Segundo o jogador, isso o deixa triste e com raiva. No total, foram sete demissões.

Publicidade

Publicidade
Publicidade

Logo na primeira pergunta, o zagueiro do tricolor saiu na defesa dos funcionários demitidos: “Estou muito triste e chateado com o que tem acontecido, com a saída e o jeito da saída de pessoas que deram muito pelo Grêmio. Foram 10, 15 anos de Grêmio. Sempre pensaram no clube, na camisa, em tentar fazer o melhor pelo Grêmio”.

Continuou, demonstrando empatia e uma enorme insatisfação: “Dá raiva também pessoas que saem que desde o primeiro momento que cheguei, mostraram o sentimento de ser gremista, a moralidade de ser gremista, o jeito de se comportar, trabalhar e a união”.

Próximo confronto

O Grêmio vai a campo nesta quarta-feira (22) contra o Caxias, pelo Campeonato Gaúcho. O jogo começará às 20h do horário de Brasília e acontecerá em Porto Alegre. O Tricolor Gaúcho vem em busca dos três pontos para começar o ano com o pé direito no campeonato estadual.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Rafael

Escrito por Rafael

Rafael Ferreira é um escritor apaixonado por jornalismo. Gosta de redigir notícias, levando entretenimento e cultura para seus leitores. Sinta-se à vontade para entrar em contato: rafael_ferreira_@live.com