in

Karina Bacchi diz que não adotaria filho negro, revela motivo e é detonada: ‘Racista’

Reprodução/Instagram/@karinabacchi019.
Publicidade

A atriz Karina Bacchi está vivendo um drama pessoal. A musa já tirou as trompas e, por conta disso, tem dificuldades para ter mais um filho. Vale ressaltar que Karina já tem Enrico, de 2 anos, que foi gerado por fertilização in vitro. A atriz resolveu ter um filho sozinha e escolheu características semelhantes as dela para o garoto.

Agora casada com o ex-jogador de futebol, Amaury Nunes, o sonho de Karina Bacchi é ter mais um filho. A atriz relata já ter gastado mais de R$ 100 mil em tentativas de engravidar novamente. Cada dia que passa se torna mais difícil para Karina ter sua segunda gestação.

Os fatores complicantes para a atriz são as retiradas das trompas e a idade de 43 anos. Karina, no entanto, diz ainda não ter desistido de dar à luz a mais uma criança. Contudo a musa já vem analisando outras possibilidades, como a de adotar um bebê.

Publicidade

Questionada se adotaria uma criança com outras etnias, sendo ela negra, a atriz disse que não precisaria fazer isso para levantar uma bandeira. Ao falar sobre o assunto, Karina lembrou que tem uma ONG em Paraisópolis, com crianças carentes e de diversas etnias, e que não precisa provar que não é racista, como a chamam na Internet.

Após sua fala sobre não adotar uma criança de outra etnia, Karina foi detonada nas redes sociais, com grande parte dos comentários a chamando de racista. Há também quem defenda a atriz e que não veja algo de errado em sua fala. A atriz afirma que, caso adote uma criança, irá procurar uma com as mesmas características que as suas.

Bruno Avila

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com