in

Mãe de Eliza Samudio enfrenta a Globo sobre série do Goleiro Bruno: ‘Eu não vou permitir’

Montagem Ghean Fernandes
Publicidade

Desde que foi anunciada a possibilidade da Rede Globo criar uma série sobre a morte de Eliza Samudio e o caso do Goleiro Bruno, a polêmica se formou na web. Quem resolveu se pronunciar sobre o caso foi Sonia Moura, mãe da vítima, que avisou categoricamente que não permitira que a produção fosse lançada.

Em entrevista ao Estadão, a mãe de Eliza contou que não foi procurada pela emissora para falar sobre o assunto e mesmo que exista um contato futuro não estaria fora de cogitação aceitar que a morte da filha vire série na Globo.

Sonia questionou o motivo pelo qual a Globo não preferiu fazer um programa investigativo para descobrir onde teria ido parar o corpo de Eliza em vez de fazer a tal série. A mãe de Eliza pediu respeito e empatia com sua perda e também com o neto Bruninho, a quem teme que possa ser vítima de bullying com a exibição da produção.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Com 10 anos de idade, o filho de Eliza Samudio e Bruno está sendo criado pela avó, que aos poucos está contando o que teria acontecido com seus pais. Sonia disse em entrevista que o menino já sabe sobre a prisão do pai e que o mesmo teria sido o responsável pela morte da mãe.

Seguindo as orientações de uma psicóloga em não expor o menino a toda verdade de uma só vez, Sonia teme que Bruninho possa sofrer com a repercussão na série na televisão.

Diante dos fatos e argumentos para não concordar com a produção da série sobre Eliza Samúdio e Bruno, Sonia enfatizou seu descontentamento. “Eu não vou permitir que eles façam essa série”, afirmou a mãe da vítima, enfrentando a emissora. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade