in

Juliana Paes se revolta com goleiro Bruno e o que diz causa polêmica

Instagram Juliana Paes / Polícia Civil MG
Publicidade

A atriz Juliana Paes usou a sua conta oficial no Instagram, nesta sexta-feira (10), para falar sobre o goleiro Bruno. O ex-jogador do Flamengo está em regime semiaberto.

Em 2013, Bruno foi condenado pelo assassinato de Eliza Samudio. A mãe de um dos filhos de Bruno desapareceu depois de viajar para o sítio do jogador, em Esmeraldas.

O corpo nunca foi encontrado. Bruno acabou indiciado e foi condenado a mais de 20 anos pelo crime. O goleiro cumpre a pena em regime semiaberto e pode trabalhar.

Publicidade

Nos últimos dias, uma jornalista da Globo, Jéssica Senra, questionou a possibilidade de o Fluminense de Feira de Santana, na Bahia, contratar o jogador. O vídeo da crítica viralizou. Juliana Paes se posicionou à favor da jornalista.

View this post on Instagram

#meuídolonãoéfeminicida Nessa segunda-feira @jessicasenra me surpreendeu e me comoveu com a sua coragem, ousadia e inteligência ao defender seu posicionamento contra um clube de futebol que desejava contratar o goleiro Bruno, condenado por um crime bárbaro de assassinato à mãe de seu filho. Eu como mulher, e defensora da causa da violência contra a mulher, queria dizer que estou muito orgulhosa de você @jessicasenra . E queria convidar todos meus seguidores, pessoas e marcas, a verem o vídeo completo do seu discurso (link nos meus stories) e compartilharem uma foto nos seus perfis com a hastag #meuídolonãoéfeminicida para que mais pessoas vejam dessa história. Já viram isso @dedesecco , @mariajoana , @sabrinasato , @juliannetrevisol , @agathaamoreiraa ?

A post shared by Juliana Paes Actress Brazil (@julianapaes) on

“Eu, como mulher e defensora da causa da violência contra a mulher, queria dizer que estou muito orgulhosa de você. E queria convidar todos meus seguidores, pessoas e marcas, a verem o vídeo completo do seu discurso e compartilharem uma foto nos seus perfis com a hashtag #meuídolonãoéfeminicida”, protestou Juliana Paes.

A atriz, que recentemente brilhou na novela A Dona do Pedaço, também afirmou que uma pessoa que cometeu um erro e já pagou por isso tem o direito de trabalhar. Ela disse ainda que há impedimento legal contra Bruno.

Em seguida, Juliana fez um questionamento. “Diante de um crime tão bárbaro, tão cruel, poderíamos tolerar que o feminicida Bruno voltasse à posição de ídolo? Que mensagem mandaríamos à sociedade?”, questionou Juliana Paes.
Os seguidores da atriz concordaram com ela.

Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br