in

Criança morre por bala perdida no sofá de casa, no RJ: ‘Uma mãe chora’

R7
Publicidade

Tiroteios em comunidades do Rio de Janeiro são comuns. Os moradores destas regiões já estão acostumados com estas situações. Acontece que, quanto mais o tempo passa, mais morrem inocentes com balas desgovernadas.

Publicidade

Pouco tempo após um caso semelhante, Anna Carolina de Souza, de 8 anos, morreu vítima de bala perdida. Em um confronto da Polícia com traficantes, recentemente, morreu Ághata Félix, com a mesma idade. Entretanto, no caso de Anna, a Polícia Militar informa que não havia ação no local.

Publicidade

A morte de Anna foi no bairro Parque Esperança, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. A criança estava sentada no sofá de casa, quando recebeu um tiro na cabeça e morreu imediatamente. O caso aconteceu na madrugada desta sexta-feira, dia 10 de janeiro.

Alguns militares estavam passando na rua. O pai da garota estava carregando a menina em seus braços e os agentes prestaram socorro assim que avistaram a situação. Os pais da jovem relatam ter ouvido tiros antes da garota ser atingida. 

Publicidade

Ainda não estou acreditando, minha Carolzinha foi morar no céu, disse alguém da família. Que Deus conforte o coração de todos os familiares. Quando uma mãe chora, todas choram“, lamentou uma mulher, nas redes sociais. 

A família de Anna Carolina ainda não se pronunciou sobre o ocorrido. A semelhança com o caso de Ághata é grande. As duas crianças tinham 8 anos e eram moradoras de comunidades do Rio de Janeiro. No caso de Ághata, ela estava dentro de uma van.

Anna Carolina entra na estatística de crianças que morreram em tiroteios na cidade do Rio de Janeiro. A população cobra por mudanças, e o caso já tem enorme repercussão.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Bruno Avila

Escritor de futebol e política desde 2016, quando comecei o trabalho na Blasting News. Hoje migrei ao 1News e sou um dos escritores mais lidos do site.