in

Milionário de 77 anos se casa com jovem de 26, mas acaba de coração partido

Divulgação; Daily Mail
Publicidade

Uma história de amor entre um idoso e uma jovem terminou da pior maneira possível. O casal que foi identificado como Lin Helena Halfon, de 26 e Richard Rappaport, 77 anos, teve um belo relacionamento e ambos se decidiram se casar. No entanto, a mulher foi presa pela polícia dos Estados Unidos, acusada de fraude contra uma pessoa idosa.

Lin Helena traiu o marido Richard, um empresário bem conhecido no ramo de distribuição de suprimentos médicos. Apaixado pela jovem o homem deu várias folhas de cheques para a esposa com valor bem alto.

Porém, quando ela foi trocar os cheques funcionários do banco desconfiaram e alertaram as autoridades, pois a mulher pretendia sacar a quantia de um milhão de dólares da conta do esposo. 

Publicidade

O banco relatou para a mulher que não tinha aquela quantia. A mulher estava tão desesperada pelo dinheiro que ofereceu U$ 100 mil (cerca de R$ 405 mil) em comissão caso ela conseguisse sacar o dinheiro. 

Publicidade

Diante dos fatos, a mulher conseguiu sacar apenas sacar U$ 666 mil (mais de R$ 2,5 milhões) em dinheiro.
 

A princípio, o marido se recusou a acreditar que sua própria esposa o estava lhe traindo, mas ele finalmente se convenceu. Logo após denunciou sua esposa. No entanto, ela pediu que não fosse deportada por ser imigrante.

Lin Helena Halfon foi presa por lavagem de dinheiro, fraudes e exploração de uma pessoa idosa. O casal ficou casado por alguns meses e sua família não sabia da existência da jovem. 

De acordo com a imprensa local, Richard e sua esposa não moravam juntos, mas ele arcava com todas as contas do apartamento onde ela morava. Lin pode responder pelo crime em liberdade desde que pague uma fiança de U$ 1 milhão (mais de R$ 4 milhões).

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Francisco Nunes

Escrito por Francisco Nunes

Barbeiro profissional, e nas horas vagas escrevo para o site 1News.