in

Ironia do destino: paciente consegue a cura de câncer terminal, e morre atropelado dois meses depois

Vamberto de Castro/Arquivo pessoal + Hugo Caldato/Hemocentro RP
Publicidade

Há pouco tempo atrás, um homem virou notícia no mundo inteiro após ser curado em um tratamento inédito que aconteceu na América Latina. Ele sofria de um câncer em estágio terminal, e conseguiu a cura, sendo o primeiro retrospecto positivo no continente.

Publicidade

Por ironia do destino, Vamberto Luiz de Castro acabou morrendo, mas não por conta da doença. Em Belo Horizonte, capital mineira, o homem de 64 anos sofreu um acidente, e veio a óbito. Informações da Polícia Civil do estado apontam que ele deu entrada no Instituto Médico Legal (IML) no último dia 11 de dezembro, sendo o corpo liberado no mesmo dia. 

Publicidade

Com o impacto do acidente, Vamberto acabou sofrendo um traumatismo craniano. Apesar de ser socorrido, ele não resistiu. Abalados, os familiares optaram por não se manifestar sobre o caso. Todavia, amigos contaram que a sua Missa de Sétimo Dia aconteceu nesta terça-feira (17). O enterro, por sua vez, ocorreu em Contagem, que fica na grande BH.

O câncer que cometia Vamberto e foi curado com sucesso estava em fase terminal de um linfoma. Essa variação da doença é muito agressiva e atinge os ossos do corpo humano. Com o diagnóstico, ele procurou o Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto. Os médicos decidiram realizar um tratamento que ainda está em fase de experimentos, inédito na América Latina. 

Publicidade

Antes disso, as dores eram tão fortes que ele fazia uso de morfinas. O procedimento foi acompanhado por uma equipe da Universidade de São Paulo (USP), e recebeu alta em outubro deste ano após a sua cura. Tudo foi custeado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Nos Estados Unidos, já acontecem os tratamentos comerciais, que custam na casa dos 475 mil dólares.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.