in

Após polêmica com Gugu, Rodrigo Faro tem o nome envolvido em escândalo e Justiça age

Record TV
Publicidade

O apresentador Rodrigo Faro tornou-se assunto no domingo seguinte à morte de Gugu Liberato. Em seu programa, A Hora do Faro, na Record TV, ele prestou uma homenagem ao colega de emissora.

Entre outras coisas, Faro exibiu a entrevista que Gugu fez em sua casa, nos Estados unidos. Gugu visitou Faro e sua família e fez suas famososas brincadeiras.

Em determinado momento do programa, as câmeras flagraram Faro perguntando como estava a audiência. Bastou para que o apresentador fosse criticado nas redes sociais e acusado de fazer tudo pela audiência.

Publicidade

Agora, o nome do apresentador da Record TV está envolvido em um escândalo que foi parar na Justiça. A empresa Investimento Bitcoin, que anuncia no programa de Rodrigo Faro, foi proibida pela Justiça de captar novos investidores.

Publicidade

A decisão partiu do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP). O recurso foi impetrado pelo Instituto Nacional de Fomento ao Mercado Legal (Fomele).

Com a decisão, o TJ-SP entrou em contato com as emissoras onde a Investimento Bitcoin fazia inserções comerciais. Entre eles, a Record TV. Na emissora de Edir Macedo, a empresa anunciava na Hora do Faro.

Mas lá não era o único lugar. Na Band, José Luiz Datena, no Brasil Urgente, já fez propaganda para a empresa. SBT e grandes portais, como IG e Terra, também foram notificados pela Justiça.

Pirâmide financeira é proibida e há reclamações contra a Investimento Bitcoin em vários lugares, como no site Reclame Aqui. Ações na Justiça também foram abertas contra a empresa, que garante ganhos, mas não cita os riscos do negócio em seu site.

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br