in

Cotação do Bitcoin: moeda começa a recuperar perdas

IG
Publicidade

O bitcoin é a pioneira e principal das criptomoedas, das mais de 400 que existem atualmente. Sua importância é tão grande que dificilmente a queda de sua cotação não acaba derrubando as demais, ou grande parte delas, junto.

Publicidade

Para quem acompanha ou investe neste ativo, deve saber que ele é considerado de alto risco, a volatilidade e amplitude de variação é altíssima. Para se ter uma noção, no mês passado a cotação do bitcoin chegou a um pico de mais de 40 mil reais e a um vale onde foi cotado abaixo de 28 mil.

Publicidade

Houve especialistas que apontaram para um fechamento ainda mais negativo, desanimando uma parte dos investidores, mas fato é que a moeda começou a retomar sua cotação.

Neste momento, o bitcoin está cotado a 30.920 reais, ainda uma retomada lenta, bem distante dos 40 mil que chegou a alcançar, mas de qualquer forma, a linha gráfica de sua cotação tem andado mais de lado nestes últimos dias.

Publicidade

As sanções do mercado chinês, que fizeram mais uma campanha de perseguição e resistência às criptomoedas foi a principal responsável pela forte queda na cotação que a moeda sofreu no mês passado.

Com uma certa frequência até, os governantes chineses aumentam o controle, a fiscalização e emitem mais sanções para a circulação das moedas digitais, claro que isto acaba impactando fortemente na cotação, já que a China tem o segundo maior mercado do mundo.

Surgimento em 2008

O bitcoin está no mercado desde 2008, quando era considerada apenas uma aposta, hoje a cripto está totalmente consolidada no mercado, tendo derivado muitas outras moedas a partir de então.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Mari

Alguém que curte escrever sobre entretenimento e diversidades.

Vidente Carlinhos faz terríveis previsões para 2020

Filha de 2 anos de jogador de futebol morre; família está arrasada e de coração partido