in

Leco define futuro de Fernando Diniz e treinador desabafa

Site oficial São Paulo
Publicidade

O São Paulo de Fernando Diniz conseguiu mais um resultado ruim. O time vencia o Ceará por 1 a 0 até os 50 minutos do segundo tempo, na Arena Castelão, em Fortaleza, mas sofreu o gol de empate e somou apenas um ponto.

Publicidade

O resultado, considerado negativo pelas circunstâncias do jogo, fez a torcida pegar no pé do time mais uma vez. O São Paulo briga por uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem.

Publicidade

Com o empate, são quatro jogos sem vitória no torneio. Depois de perder para Fluminense e Athletico-PR, em casa, empatou com Santos e Ceará, ambos os jogos longe do Morumbi.

De acordo com o site da Band, o presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, anunciou que não deseja mudar o comandante do time para 2020. Por enquanto, o treinador continua no São Paulo.

Publicidade

A chegada de Fernando Diniz foi um pedido de líderes do elenco, como Daniel Alves. Por isso, a saída do treinador não é tão simples já que isso pode desagradar estes atletas.
Nos últimos anos, o São Paulo ficou marcado pela constante troca de treinadores.

Neste ano, por exemplo, os treinadores André Jardine, Vagner Mancini (interino) e Cuca dirigiram o São Paulo antes de Fernando Diniz. 

Após a partida contra o Ceará, Fernando Diniz desabafou. “A gente não pode tomar gol faltando dez segundos. Tínhamos jogadores que passaram da bola sem necessidade e acabou custando a vitória. Temos que estar conscientes da partida que fizemos e que a insatisfação do torcedor é normal. Precisamos nos concentrar para fazer melhor”, afirmou o treinador.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.