in

Pato decepciona, se torna um grande problema no São Paulo e porta da rua se abre para ele

Divulgação São Paulo
Publicidade

Fernando Diniz chegou ao São Paulo em setembro dizendo que Alexandre Pato tinha futebol para ter disputado duas Copas do Mundo. O jogador revelado pelo Internacional em 2006 teve bons momentos na carreira, mas nunca engrenou como se esperava.

Atualmente, Pato defende o São Paulo, mas tem perdido cada vez mais espaço no time do treinador que via nele potencial para ter disputado dois mundiais.

Com Fernando Diniz no comando do time, Pato tornou-se uma das últimas opções no ataque da equipe. Nas últimas quatro partidas, ele entrou em campo por apenas 45 minutos.

Publicidade

Não é exagero dizer que Antony, Vitor Bueno, Raniel, Jonas Toró e Pablo são opções à frente de Pato no time. Antes de ser preterido no time titular, Pato, que tem um dos maiores salários do elenco, já mostrava que não estava bem.

Publicidade

Ele parecia disperso em campo, perdia gols bobos e não era tão participativo quanto dele se esperava. Tudo isso o fez parar no banco de reservas, com cada vez menos espaço no time.

Diante disso, a porta da rua se abre para Pato. Obviamente, ele não será mandado embora, mas pode ser negociado caso haja equipe interessada. No momento, não há nada.

De acordo com o Yahoo Esportes, Pato tem contrato com o São Paulo até 2022. O jogador custará R$ 38 milhões ao clube até lá. Este valor inclui salários, direitos de imagem e luvas.

É muito dinheiro para pouco ou nenhum resultado dentro de campo. A torcida do time também está insatisfeita com o jogador, que chegou a ser alvo em alguns dos protestos organizados pelos torcedores.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br