in

Doença diagnosticada no coração de Galvão Bueno pode matar e atinge muita gente

Globo / Minha Saúde
Publicidade

A Globo informou por meio de nota oficial nesta quinta-feira (21) que Galvão Bueno não vai narrar a final da Copa Libertadores da América, entre Flamengo e River Plate, no sábado (23).

O principal narrador da casa, que chegou à Lima, no Peru, onde a final será disputada, na quarta-feira, foi atendido em uma clínica da capital peruana. Ele está acompanhado de sua esposa, Desiree, depois de sofrer obstrução de uma artéria coronariana.

Segundo a nota, ele foi atendido prontamente e está sendo submetido a um cateterismo, cujo objetivo é desobstruir a artéria coronariana que foi obstruída.

Publicidade

Não foram revelados os detalhes do problema de saúde de Galvão Bueno, mas a doença arterial coronariana (DAC) pode matar. Segundo o Hospital Albert Einstein, a DAC “é o resultado da obstrução das artérias coronárias – os vasos sanguíneos que irrigam o músculo do coração. O conjunto de artérias coronárias constitui a circulação coronária“.

Publicidade
Publicidade

Problemas no coração, normalmente, são causados pelo estilo de vida. Alguns fatores aumentam o risco de ter obstrução arterial. Diabetes, colesterol elevado, hipertensão, fumo, histórico familiar, obesidade, idade avançada, sedentarismo, doença renal e doença cardíaca.

Dores intensas no peito, formigamento nos braços, especialmente o esquerdo, podem ser indícios do problema. As doenças cardiovasculares são a principal causa de mortes em todo o mundo. Em 2015, por exemplo, foram 17,7 milhões de mortes causadas por problemas de coração. O pronto-atendimento é fundamental para a recuperação do paciente.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br