in

São Paulo quer se desfazer de medalhões, e Fernando Diniz teria definido primeiro nome da lista

Divulgação São Paulo
Publicidade

O São Paulo termina mais uma temporada sem títulos. De 2013 para cá, o Tricolor não conquistou nenhuma taça. A situação fica ainda pior quando comparado aos rivais.

Palmeiras, Santos e Corinthians ergueram muitas taças nos últimos anos, o que tem deixado o São Paulo como a quarta força do futebol do estado. A torcida não aceita isso.

O planejamento para 2020 já teria começado. O atual treinador, Fernando Diniz, que ainda corre riscos no cargo, especialmente se o time não conseguir vaga na Copa Libertadores da América do ano que vem, começa a pensar na próxima temporada.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

A diretoria deve dispensar os medalhões que não estão sendo aproveitados pelo treinador. O volante Hudson, por exemplo, que vem tendo pouco espaço na equipe, deve ser o primeiro da lista para deixar a equipe.

De acordo com o UOL Esporte, a tendência é que Hudson seja envolvido em uma negociação. Volante do São Paulo, Hudson teve uma boa passagem pelo Cruzeiro. No começo do ano, o time mineiro tentou contratar o jogador, mas o negócio não caminhou.

Na reta final do Paulistão, Hudson foi escalado na lateral-direita e se destacou. Volante de origem, ele quis retornar à posição; só que hoje a concorrência é grande.

Luan, Liziero e Tchê Tchê, além de Jucilei, estão à frente de Hudson hoje. Por isso, a tendência é que ele saia mesmo no fim da temporada. Ele não deve ser o único a deixar o São Paulo.

A equipe deve mudar algumas peças para a temporada de 2020. A enorme torcida espera que, enfim, venha o tão esperado título.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!