in

Após deixar prisão, Lula se vinga de Bolsonaro e Sérgio Moro

UOL
Publicidade

O ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, foi preso após ser condenado em Segunda Instância pelo Tribunal Regional Federal da 4° Região (TRF-4). O petista de 74 anos esteve quase dois anos na cadeia e foi solto na tarde desta sexta-feira.

O que determinou a soltura de Lula foi um ato do Supremo Tribunal Federal (STF), do qual determinou que condenados em Segunda Instância não poderiam mais serem presos imediatamente, assim precisando que todo processo seja concluído.

Publicidade

Em Primeira Instância, quem deu a sentença à Lula foi o famoso ex-juiz federal Sérgio Moro, que hoje foi convidado pelo presidente Jair Bolsonaro para ser ministro da Justiça e Segurança Pública.

Publicidade

Lula fez questão, logo que saiu da cadeia, de se vingar e disparar duras palavras, tanto para Bolsonaro quanto para Sérgio Moro. Segundo o ex-presidente petista, Fernando Haddad teve seu ‘pleito roubado’.

Publicidade

Logo depois de ofender o atual presidente, questionando a legalidade das eleições presidenciais de 2018, Lula ofendeu Sérgio Moro e também o coordenador da Lava-Jato, Deltan Dallagnol.

O petista não deixou barato e disse que se ‘bater’ Moro e Deltan em um liquidificador, não daria 10% da honestidade que ele espera. No entanto, Lula também falou sobre seu futuro, agora fora da cadeia.

O ex-presidente disse que seu objetivo é viajar todo o país e ajudar os brasileiros, pois afirma que a vida do brasileiro está uma ‘desgraça’, firmando que a fome e a miséria aumentou. Lula foi presidente do Brasil entre 2003 e 2010, após alguns anos foi preso por suposto e envolvimento em esquemas de propinas com a Odebrecht.

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol e política desde 2016. Hoje um dos profissionais mais lidos da 1News.