in

Funcionário da Record, demitido por racismo contra Sabrina, também é negro

Reprodução: Play Plus/Record
Publicidade

Um caso de racismo aconteceu nos bastidores do programa A Fazenda, produzido pela Rede Record de Televisão. Durante uma breve organização dos participantes para ficarem ao vivo, Sabrina estava procurando um espaço para se sentar no sofá.

Publicidade

O operador de câmera, cujo nome não foi divulgado, chamou a participante Sabrina Paiva de ‘macaca’. A sua fala causou uma reação negativa em diversos participantes do programa.

Publicidade

Um vídeo do exato momento do racismo cometido pelo funcionário viralizou rapidamente na Internet. A cena tomou proporções negativas à produção de A Fazenda. A Record tomou uma atitude limite e mandou uma carta de retratação à participante.

No texto, Sabrina leu que o operador de câmera havia sido demitido de uma empresa terceirizada pela Record, a Teleimage. Também foi afirmado que o nome do ofensor seria divulgado somente para ela, caso quisesse tomar medidas judiciais quando saísse do programa.

Publicidade

O operador de câmera ficou surpreso quando seu contrato de trabalho foi rompido sumariamente. Também foi constatado que o autor de racismo é negro. Estas informações foram apuradas pelo jornalista Mauricio Stycer e confirmadas por fontes do portal da UOL.

A emissora e a produtora tomaram em consenso a decisão sobre demitir o rapaz. Vale ressaltar que o caso de racismo aconteceu pouco antes de Marcos Mion entrar no ar.

O caso ocorreu na última terça-feira, dia 5 de novembro. Sabrina não se pronunciou sobre tomar medidas cabíveis pelo que aconteceu. O apresentador Marcos Mion defendeu a participante e relatou que sentiu raiva quando viu tal comentário sendo disparado contra ela.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Bruno Avila

Escritor de futebol e política desde 2016, quando comecei o trabalho na Blasting News. Hoje migrei ao 1News e sou um dos escritores mais lidos do site.

Mãe tem ataque cardíaco ao tentar ensinar filho matemática: ‘Tentei muitas vezes’

Lembra do anão Pedrinho? Ele processou o Pânico e ganhou uma bolada