in

Caso Vitória: acusado de matar a garota sofre castigo e deve receber má notícia em 2 dias

Reprodução / Record TV
Publicidade

O servente de pedreiro Júlio Ergesse é um dos suspeitos de ter matado a menina Vitória Gabrielly Guimarães Vaz, de 12 anos, na cidade de Araçariguama, em junho do ano passado. O crime repercutiu em todo o Brasil.

Vitória saiu de casa para andar de patins e não retornou. A família iniciou as buscas e o corpo foi encontrado das depois, em uma região de mata da cidade.

Júlio Ergesse é suspeito de ter matado a menina e contou com a ajuda do casal Bruno Oliveira e Mayara Abrantes. Os três estão presos, mas apenas o julgamento do primeiro começou nesta segunda-feira.

Publicidade

O caso está sendo julgado no Fórum de São Roque, que recebeu um esquema de segurança especial para receber o julgamento. O local tem capacidade para 55 pessoas. Quatro destes lugares serão reservados para os pais da vítima e dos réus.

Publicidade

Um dos assentos será usado pela estagiária de defesa. Outros 10 são para a imprensa e 30 ficam para o público. Não será realizado sorteio e todas as cadeiras vão ser ocupadas por ordem de chegada ao local.

Júlio Ergesse será julgado por um júri popular. Os advogados do casal Bruno e Mayara postergaram o julgamento porque entraram com ação para impedir este tipo de júri.

Os três suspeitos da morte de Vitória Gabrielly estão presos e foram denunciados por ocultação de cadáver, assassinato e sequestro. A decisão do julgamento de Júlio deve sair em dois dias e a expectativa é que ele receba uma má notícia, sendo condenado por muitos anos de prisão. Há grande expectativa em relação ao tempo de pena.

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br