in

Prima de Latino afirma que cantor quer ganhar fama com a morte da tia: ‘ser desprezível’

Divulgação: UOL
Publicidade

Essa semana Roberto de Souza Rocha, de 46 anos, mas conhecido popularmente como Latino, foi detonado nas redes sociais por uma das primas. A mulher foi identificada como Faby de Miranda, que ficou revoltada após o cantor lamentar a morte de sua mãe, tia do cantor.

Publicidade

Segundo Faby, o cantor está fora da mídia e resolveu se aproveitar da morte da tia para ganhar fama.
Por outro lado, o cantor fez uma linda homenagem para a tia Marlene nas redes sociais relatando que a tia lhe ajudou muito antes da fama. Fãs do cantor ficaram comovidos coma homenagem que o cantor fez para tia falecida. 

Publicidade

Quem não gostou nada da homenagem foi Faby e descreveu o cantor como um ser desprezível, acrescentando que o artista nunca esteve presente na vida da tia nem no velório dela ele apareceu. Faby também relatou que ele sempre foi um pai ausente e não paga pensão para seus filhos. “Mas aqui se faz, aqui mesmo se paga“, escreveu Faby.

Latino relatou para seus fãs que Marlene havia morrido de câncer na terça-feira (15). Porém, essa versão foi desmentida pela prima do cantor, ela morreu na segunda-feira (14) e não foi de câncer.

Publicidade

Segundo o cantor, Marlene foi a responsável por um dos seus grandes sucessos o hit Baby me leva.
Na semana passada, durante o programa Rodrigo Faro da Record TV, o artista compartilhou o último registro feito com Marlene. 

A carreira

O artista começou sua carreira no ano de 1994, com cinco músicas, Me Leva, Só Você, Não Adianta Chorar, Cadeira de Rodas, e Coisas do Destino, naquela época as músicas se tornaram virais em todo o Brasil.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Francisco Nunes

Barbeiro profissional, e nas horas vagas escrevo para o site 1News.

Luto: pai de jogador do Flamengo morre em grave acidente; o carro colidiu com caminhão

Tragédia: três bombeiros morrem e outro fica gravemente ferido em incêndio em boate no Rio