in

Noivo de grávida que morreu de AVC revela estado de saúde da filha: ‘no hospital, eu oro’

Divulgação: Pais e Filhos
Publicidade

O caso da noiva grávida que morreu após sofrer um AVC na porta da igreja, sensibilizou e mobilizou as redes sociais. Para quem não se recorda, o fato ocorreu há um mês e o que deveria ter sido um dia feliz na vida de Jessica e Tenente Gonçalves se tornou um momento de tragédia.

Publicidade

A enfermeira havia se sentido mal, mas acabou ignorando os sintomas, pois acreditava ser ansiedade devido ao casamento. Porém, já na porta da igreja ela acabou desmaiando e apesar de ter sido socorrida rapidamente, a noiva não resistiu e morreu. Ela estava grávida e foi submetida a uma cesariana de emergência.

Publicidade

O fato ocorreu no dia 14 de setembro e apesar de ter nascido prematura, a filha do casal resistiu e está sendo tratada em uma maternidade na cidade de São Paulo. Após 30 dias do ocorrido, o noivo, o tenente Gonçalves, resolveu falar sobre como está a pequena Sophia.

Durante uma entrevista, o pai da garotinha contou com detalhes como tem sido esses últimos dias. O tenente falou sobre a rotina de visitas ao hospital e revelou que vai todos os dias ver a filha. Na unidade, eles têm aplicado o método canguru, que auxilia os prematuros a ter uma recuperação mais rápida. Além disso, a técnica também fortalece os laços entre pai e filha.

Publicidade

Gonçalves disse que a menina filha feliz sempre que ouve sua voz e, por isso, ele gosta de cantar para a filha. “Os finais de semana, são os dias que eu fico mais triste e então eu fico o máximo de tempo com ela. Toda vez que eu chego no hospital, eu oro para tentar tirar todas as coisas ruins e ficar o mais puro para me conectar com ela”, desabafou o tenente.

Ele também fez questão de ressaltar o amor que tem pela filha. Gonçalves também conseguiu a licença maternidade, mas precisou pedir via judicial. O tenente disse que foi uma conquista e que lhe deixou mais aliviado, pois assim vai pode acompanhar o desenvolvimento da filha mais de perto.

Publicidade

Leia Também

Tragédia ou crime? Moradores filmam pilastras do prédio que desabou horas antes da queda

Fabiana corta energia na fábrica para economizar e funcionários farão bolos à luz de velas