in

Caso Estela: Tio usou tijolo para calar menina; drogado, ele fez algo ainda pior

Pleno News / Montagem

Neste sábado, 12 de outubro, mais informações sobre o assassinato da menina Estela Evangelista, de apenas seis anos, foram dadas pela mídia. Segundo o site Portal Holanda, por exemplo, o tio da menina, Paulo Sérgio, de 29 anos, teria usado um tijolo para conter a criança. Paulo teria quebrado pedaços do tijolo e enfiado na boca da garota, afim de que os vizinhos não a ouvissem gritando.

Na sequência, o homem que tem várias passagens pela polícia, teria estrangulado e matado a criança. Outro site que noticiou o caso, o Pleno News, alega que Paulo teria dito que, no momento em que cometeu mais esse crime, ele estaria sob o efeito de drogas.

Publicidade

Depois de matar a menina, o homem teria colocado o corpo de Estela em cima da cama. O objetivo era de que a mãe acreditasse que tudo estava bem. Já pela manhã, ele convenceu que levaria a garota à praia, quando na verdade colocou o corpo de Estela em um saco de lixo e o jogou no terreno vizinho.

Paulo revelou que com medo de ser morto por traficantes, decidiu não voltar mais para casa, passando a perambular em uma praia do Rio de Janeiro como mendigo. Outro morador de rua, no entanto, viu a mãe da menina com fotos dele e da garota, na tentativa de encontrar os dois. Esse morador reconheceu Paulo e foi à polícia, ajudando na prisão do criminoso.

Publicidade

A mãe de Estela não pôde nem mesmo ir ao enterro da filha. Os traficantes da região teriam a ameaçado, já que o crime envolvendo a sua filha ganhou notoriedade e, com isso, a polícia passou a ficar mais frequente na comunidade, atrapalhando a venda de drogas.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Fernando B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.

Escola proíbe menina de tirar foto com os coleguinhas e motivo surpreende a todos