in

Filho do goleiro Bruno fala pela 1ª vez e o que tem a dizer é assustador: ‘eu tenho medo’

UOL / Veja

Neste sábado, 12 de outubro, data em que se comemora o Dia das Crianças, pela primeira vez um portal de notícias fez uma reportagem com  Bruninho, filho do goleiro Bruno, acusado de matar Eliza Samudio. Bruninho tem hoje nove anos e ficou assustado, assim que descobriu que o pai deixou a prisão. Atualmente, ele vive com a avó, Dona Sônia. 

O menino evita chamar o goleiro Bruno de pai. A outras pessoas, ele diz que Bruno é seu genitor. Nem mesmo o nome quer do pai. O garoto confessa que preferia se chamar Gabriel, mostrando o lado assustador que um crime pode deixar na criança. “Eu tenho medo”, disse o menino, negando que nutra raiva ou rejeição pelo pai, mas apenas receio do desconhecido e de tudo o que ouviu falar sobre ele. 

Publicidade

“Como vou ter ódio de alguém que nem conheço”, disse o menino, revelando que descobriu que o pai matou sua mãe, enquanto assistia televisão, sem querer. O menino tem traços parecidos ao pai. Por ser menor de idade, a criança de nove anos não pode mostrar o rosto para a reportagem e em todo o momento que falou estava com a avó No rosto, a covinha no queixo igual a de Bruno chama a atenção. 

Dona Sônia, no entanto, diz que o menino se parece mais com o jeito de Eliza, que de acordo com ela, seria muito carinhosa. Durante cinco  horas em que esteve na casa da família da mãe de Eliza Samudio, o  UOL relata gostos do menino, que seriam parecidos com o do pai. 

Publicidade

Um deles seria jogar futebol. Bruninho, em diversos momentos, começa a brincar de bola, mas parece que ele não quer ser goleiro, mas sim atacante, como a maioria dos meninos da sua idade. 

Publicidade

Leia Também

Escrito por Fernando B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.

Após dura batalha contra o câncer, Heloísa Périssé anuncia retorno triunfal e emociona