in

Caso Estela: Tio confirma que matou menina achada em saco preto e detalhes são para quem tem sangue forte

Extra / Reprodução
Publicidade

Paulo Sérgio Evangelista da Costa, de 29 anos, tio da menina Estela, teria confessado o assassinato da garotinha de 6 anos. As informações foram confirmadas pela polícia e atualizadas pelo site do jornal carioca Extra nesta sexta-feira, 11 de outubro. O desaparecimento da menina causou comoção em uma comunidade do Rio de Janeiro e o corpo de Estela, após muita procura, foi encontrado em um saco preto de lixo.

Preso nesta quinta-feira, 10 de outubro, Paulo Sérgio, que cumpria o regime semiaberto, teria confessado o crime, mas a polícia ainda não informou qual seria a motivação para o criminoso realizar o ato. O corpo da menina, segundo a perícia preliminar, tinha marcas de estrangulamento, mas nenhum sinal de que ela teria sido abusada. Uma análise mais minuciosa será feita e a previsão é que, até o final do mês, detalhes ainda mais profundos sejam revelados no documento.

Publicidade

Ainda assim, as circunstâncias do crime demonstram muita crueldade. Apesar das passagens criminais, Paulo era considerado um homem bom por sua família. A menina desapareceu, após sair com o tio, que disse que iria com ela até à praia, que fica próxima à comunidade onde eles moravam, no Rio.

Publicidade

A prisão aconteceu graças a um morador de Rua, que não teve o nome identificado, mas deu uma entrevista para o jornal carioca Extra sobre a situação, revelando que Paulo teria se passado por mendigo.

Publicidade

“Eu reconheci ele pela foto que a irmã mandou e por uma tatuagem que ele tem. Assim que percebi que era ele, fui atrás da polícia. Ele se mostrou um cara muito frio”, explicou o homem na entrevista.

Publicidade
Fernando B

Escrito por Fernando B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.