in

Caso Mariana: laudo diz que jovem foi abusada e foto assustadora é divulgada pela polícia

G1 / Reprodução

A morte da jovem Mariana Bazza serviu de alerta para muitas jovens. A estudante de fisioterapia foi morta, após aceitar ajuda de um estranho para trocar o pneu do seu carro. Nesta quinta-feira, 10 de outubro, o laudo oficial com a morte da jovem foi divulgado pela Polícia Civil. Rodrigo Pereira Alves foi preso pelo assassinato da estudante. Rodrigo tinha saído da cadeia há apenas trinta dias de cometer o novo ato criminoso.

O laudo revela detalhes assustadores. O documento da polícia, que foi divulgado em detalhes pelo portal de notícias G1, estabelece que o crime começa com o assassino de Mariana ganhando a confiança da jovem. Ele então a convence a entrar no carro e ir até à uma chácara, garantindo que no local o seu pneu seria consertado. No entanto, a vítima nunca mais saiu de lá.

Publicidade

O próprio assassino, antes mesmo de atrair a vítima, teria furado o pneu do carro de Mariana. Já na Chácara, após ameaçar a vítima com uma faca ele usou pedaços da blusa dela para vendá-la e amordaçá-la, segundo o laudo divulgado. Abaixo, o leitor pode ver uma arma utilizadas pelo criminoso durante o ato cruel.

A morte da jovem teria acontecido ainda no local onde o homem a levou alegando trocar seu pneu. A morte teria ocorrido por meio de asfixia. Mariana perdeu a respiração, após supostamente o seu assassino colocar um pano da blusa da jovem sobre suas vias respiratórias.  

Publicidade

A estudante ainda teria abusada pelo seu agressor. Mais tarde, o preso teria levado o cadáver de Mariana até um canavial da região, onde o corpo da jovem seria encontrado depois. Ele ainda teria tentado fazer a venda do carro da vítima.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Fernando B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.

Polícia atende chamado de casa fedendo e descobre algo impressionante