in

Caso Estela: laudo revela como menina foi morta e detalhes são para estômago forte

Foto/Reprodução: G1
Publicidade

A morte da menina Estela Evangelista de Oliveira, de seis anos, chocou todo uma comunidade no Rio de Janeiro. Ela desapareceu após sair na companhia do tio. O corpo da criança foi encontrado dentro de um saco de lixo e nesta quinta-feira, 10 de outubro, foi divulgado a perícia inicial do  Instituto Médico Legal, o IML. Os detalhes de como a menina foi morta são para quem tem estômago forte. 

Publicidade

De acordo com o laudo, Estela teria sido assassinada por asfixia ou seja, a menina teria sido enforcada. O laudo, no entanto, não encontrou sinais claros de que a menina possa ter sido abusada. O pescoço da criança tinha manchas escuras, como mostra uma reportagem da Record TV, detalhada pelo portal na internet da emissora, o R7. 

Publicidade

O laudo preliminar foi divulgado apenas um dia após o corpo da criança ter sido encontrado em uma comunidade, no bairro de Santa Tereza. De acordo com a polícia, o laudo final e mais detalhado sobre como a menina foi morta deve ser publicado até o final desse mês. 

Paulo Sérgio, tio da menina, de 29 anos de idade, é considerado o principal suspeito do crime. A polícia tenta encontrar o paradeiro dele, mas já sabe que, antes da morte de Estela, ele e a menina teriam sido vistos pelo menos por duas vezes, em situações distintas, na comunidade, quando o crime pode ter acontecido.  

Publicidade

Paulo tem histórico de problemas com drogas, além de passagens por diversos crimes. Atualmente, inclusive, o tio de Estela estava no chamado regime semiaberto, quando, no geral, o preso apenas dorme na cadeia, ou se apresenta regularmente nela.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Fernando B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.

A Dona do Pedaço: Abel pede Britney em casamento, mas fica desesperado com o que ouve

Caso Raíssa: mãe da menina comove o Brasil com força e surpreende; ‘Já perdoei’