in

Mãe passa 5 dias com corpo de sua filha que morreu; ela tinha apenas seis anos

The Sun/ Montagem: Aurilane

Perder um filho pode ser considerada uma das piores situações que uma pessoa pode passar na vida. Saber que não verá mais o rostinho da criança é desesperador e faz com que os pais muitas vezes tomem atitudes extremas, como aconteceu na história emocionante que você verá adiante.

Emily Nixon é uma moradora da cidade de Malton, no estado de North Yorkshire, na Inglaterra. Aos 25 anos de idade, ela teve que passar por uma grande perda, que abalou profundamente sua vida e de seu marido, Kristian D’Rosario, de 30 anos de idade.

Publicidade

O casal precisou dar adeus à sua filhinha, Darcy Rogers, que só tinha 6 anos de idade. Ela sofria de uma doença rara conhecida como síndrome de VACTERL, uma associação de malformações congênitas tipicamente caracterizadas pela presença defeitos vertebrais, atresia anal, defeitos cardíacos, anomalias renais e anomalias dos membros.

Como os pais não estavam conseguindo lidar com a perda da pequena Darcy, eles resolveu refrigerar seu corpo na cama do hospital. O procedimento fez com que a menina pudesse ser conservada e assim Emily e o marido puderam ficar cinco dias com ela, chegando até a tirar fotos ao lado da criança.

Publicidade

Emily conta que Darcy estava muito feliz em ter se tornado a irmã mais velha e se mostrava bastante cuidadosa com a pequena Beatrice, que tinha nascido 5 dias antes da morte da irmã.

Há pouco tempo, Emily e o esposo lançaram uma linha de roupas em homenagem à filha e o dinheiro das vendas será usado para ajudar o hospital que cuidou da pequena Darcy.

Publicidade

Leia Também

Jornal Nacional terá apresentador gay, após 50 anos; ele namora policial do Bope

Vaza suposto áudio de professor chamando aluna de 12 anos de ‘amorzinho’ e pedindo fotos dela