in

Perigo oculto: homem morre após explosão de extintor de incêndio e família entra em choque

Reprodução/RecordTV
Publicidade

Um trabalhador morreu enquanto fazia a manutenção de um extintor de incêndio. Ele era contratado por uma empresa prestadora de serviços na área de prevenção e combate a incêndios, e a tragédia aconteceu na manhã desta última segunda-feira (7), no município de Serra, Espírito Santo.

Publicidade

Relatos apontam que o tipo de extintor que estava sendo operado pela vítima, identificado como Wesley Costa, 36, era o que utiliza um pó químico seco, para fazer o combate aos incêndios. Enquanto manuseava o objeto, fazendo a recarga do pó químico seco, ele acabou sofrendo uma violenta explosão, e fragmentos atingiram o rosto do rapaz.

Publicidade

O impacto foi tão forte, que Wesley acabou morrendo no local, por conta dos ferimentos. Conforme apurou a repórter Suellen Araújo, da TV Vitória/Record TV, o corpo foi recolhido pelo Departamento Médico Legal e levado para o IML de Vitória, capital do estado.

Coincidentemente, Wesley sofreu um acidente praticamente idêntico no início do ano. Naquela ocasião, ele foi conduzido às pressas para o hospital e precisou passar por três cirurgias, tendo retornado para o trabalho, ainda em fase de recuperação, há pouco tempo.

Publicidade

Família em choque

Os familiares do rapaz estão arrasados. Parentes de Wesley compareceram ao IML para liberarem o corpo, e reivindicam mais informações sobre o acidente, que até o momento são pouco concretas.

Uma sobrinha da vítima disse em entrevista: “A minha tia está desesperada em casa. Ela não consegue falar e só chora. O filho dele, o Gabriel, eu cheguei na casa dela e ele estava no quarto. Ele não chorava, ele não sorria, ele não falava“. O trabalhador deixa dois filhos e esposa.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.