in

Caso Enzo: mãe fala sobre a morte do filho enquanto brincava com amigos e emociona

Arquivo pessoal Marilda Bonilha
Publicidade

A morte do adolescente Enzo Bonilha, de 14 anos, completa dez dias nesta segunda-feira (7). Só agora a mãe do garoto conseguiu falar sobre a tragédia que abalou toda a família.

Publicidade

No dia 27 de setembro, por volta das 21h, Enzo brincava com amigos na quadra de esportes do condomínio onde morava, localizado em Jundiaí, interior de São Paulo. O adolescente de 14 anos jogava basquete pelo time sub-14 da cidade.

Publicidade

Enzo passou mal, chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), mas não resistiu ao problema de saúde e acabou morrendo.

Laudo pericial divulgado na sexta-feira (4) confirmou que ele sofreu falência respiratória. As possíveis causas da morte são, ao menos, três: esforço físico na prática do esporte, edema agudo nos pulmões e asma brônquica.

Publicidade

De acordo com a mãe, a família ainda busca explicações para o ocorrido e diz não entender o porquê da morte do filho. Segundo Marilda Bonilha, o filho tinha asma em grau leve.

“O esporte foi uma recomendação do médico e a bombinha era indicada antes das atividades ou em crises, apenas”, comentou Marilda. O laudo oficial com a causa da parada cardíaca que matou Enzo será divulgada entre 90 e 120 dias.

Saber a causa da morte do filho não vai aliviar a dor, mas servirá para que ela encontre a resposta do que levou o adolescente de 14 anos à morte.

A mulher que sua vida prossegue por causa do filho mais novo, de 10 anos. Sem ele, ela diz não saber como estaria. “Eu preciso continuar por ele”, afirmou a mãe, em meio a dor da perda precoce do filho mais velho.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Jovem conhecida por ‘Angelina Jolie zumbi’ é presa e motivo surpreende

Em regime semiaberto, goleiro Bruno é recebido por fãs, que tiram selfies e pedem autógrafos