in

Em baixa, volante do Olympiacos pode reforçar o Corinthians

Reprodução: Olympiacos.org

Mesmo estando entre os quatro primeiros colocados do Campeonato Brasileiro, o Corinthians não está agradando muito aos seus torcedores. Nos últimos jogos da competição, a equipe comandada pelo técnico Fábio Carille conseguiu vencer, mas não apresentou um bom futebol.

Além dos jogos em que demostrou pouca qualidade, o Timão conta com a eliminação da Copa Sul-Americana, mas tenta esquecer isso e focar somente no Brasileirão. No entanto, cabe ressaltar que essa competição já passou da metade e se aproxima do final.

Publicidade

O Corinthians ainda não tem situação definida na disputa do Campeonato Brasileiro, mas já almeja contratações para a próxima temporada. Quem pode surgir como possibilidade de reforço para 2020 é o volante Guilherme, que atualmente está no Olympiacos, da Grécia.

A equipe grega está disputando a Liga dos Campeões da Europa, mas não está conseguindo obter bons resultados. Por sua vez, Guilherme não é unanimidade na equipe, o que pode influenciar sua saída, mas que no momento não está sendo abordada pelo atleta.

Publicidade

Embora ainda demostre interesse em permanecer na equipe, Guilherme revelou, em entrevista ao jornalista Jorge Nicola, que planeja voltar a vestir a camisa do Corinthians. Contudo, o atleta ainda não falou quando isso poderá acontecer, deixando um mistério para a torcida.

Vale destacar que Guilherme já atuou pelo Corinthians, mas foi negociado pelo clube em 2014, após a chegada do técnico Mano Menezes, que não pretendia utilizá-lo entre os titulares. Naquela ocasião, o volante optou por aceitar uma oferta da Udinese, da Itália.

Nesta temporada, o Timão tem diversos volantes à disposição e isso já foi motivo de críticas por parte da torcida. Sendo assim, dificilmente o atleta chegará ao Timão em 2020, mas ele deixou bem claro que planeja reforçar o alvinegro de Itaquera algum dia.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Vinicius Araújo

Redator i7 Network - Notícias do mundo do futebol.

Caso Raíssa: especialista afirma que garoto de 12 anos pode ter mesmo fim de Champinha

Guerra? Renato Gaúcho crava mais um ataque a Jorge Jesus e Portugal se revolta