in

Maria do Rosário sobre garoto que matou Raíssa: ’12 anos, é uma criança’

Fotomontagem: Bruno Avila / Reprodução: TV Globo
Publicidade

A Polícia Civil, da cidade de São Paulo, já tem a certeza de que o garoto de 12 anos, que estava ao lado de Raíssa nas filmagens, foi realmente o autor do assassinato da garota.

Publicidade

Agora a dúvida dos investigadores é se há uma outra pessoa envolvida no crime cometido pelo garoto. Isso porque o próprio menino mudou o depoimento uma vez e havia afirmado que teria sido forçado a fazer tal atrocidade.

Publicidade

Perita

A famosa perita criminal Maria do Rosário deu uma entrevista ao Balanço Geral, da manhã,, pela Rede Record, sobre o assunto e afirmou que é pouco provável que ele tenha agido sozinho na morte da garota.

A perita aposentada há 8 anos lamentou por ser uma criança: “É mais triste por ser uma criança. 12 anos é uma criança“.

Publicidade

Condenação

A Polícia do Estado de São Paulo determinou que o jovem fique por 45 dias, de maneira provisória, na Fundação Casa, para que o inquérito seja finalizado. Os pais do garoto relataram à polícia que ele sempre foi uma criança problemática.

Quando estava sozinho, depôs que teria matado a menina sozinho e de forma cruel. Quando foi depor acompanhado de sua mãe, o garoto mudou o depoimento e citou um homem tatuado, de bicicleta, que teria forçado o crime.

O crime

O crime ocorreu durante uma festa no CEU Anhanguera, onde os organizadores não tinham o controle da entrada de pessoas. A mãe da garota relata que ela sumiu durante o evento e logo ficaram sabendo da notícia de que ela estaria morta.

O garoto foi quem informou para a administração do CEU Anhanguera de que teria avistado uma menina pendurada em uma árvore. Pouco tempo depois, o garoto se tornou suspeitou e assumiu o crime que tinha cometido.

Com requintes de crueldade, o garoto agrediu a menina antes de matá-la com um galho de uma árvore, segundo o que o próprio conta. A Polícia afirma que não encontrou este galho para apreendê-lo.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Bruno Avila

Escritor de futebol e política desde 2016, quando comecei o trabalho na Blasting News. Hoje migrei ao 1News e sou um dos escritores mais lidos do site.